Artigos, Blog

Artigo longo, para saberes tudo sobre a redução de peso! :)

O principal factor desmotivador numa dieta de emagrecimento é a exagerada restrição alimentar. Mas a redução de peso depende muito mais da mudanças de hábitos e comportamentos do que propriamente da restrição excessiva de determinados alimentos. Não é preciso deixar de comer tudo o que se gosta, é preciso re-aprender e entender que se pode realmente comer um pouco de tudo com a devida contenção e consciencialização de que se há um exagero alimentar “hoje”, “amanhã” é fundamental compensar e ter um ou dois dias com uma alimentação bem mais ligeira, sem se deixar sucumbir a frustrações e lamentações.
É justamente esta variedade e equilíbrio que nos leva a reduzir e posteriormente a manter o peso, lembre-se de que o objectivo é estar em forma para a vida toda e não fazer dieta indefinidamente.
Seguem-se algumas dicas e sugiro que vá aprendendo a pouco e pouco a “instalar”estes “comportamentos” no seu dia-a-dia, de acordo com o seu estilo de vida. Nada do que se segue é algo difícil, apenas hábito, hábito em viver melhor!

Com o passar das semanas tudo se torna automático e vai com certeza dar-lhe grande prazer contribuir para o seu bem-estar físico e mental.
Comece com 1 ou 2 dicas que sejam mais fáceis de implementar e introduza-as no seu programa diário. Não tem de seguir imediatamente todas as dicas. Quantas mais implementar, mais bem sucedido será o emagrecimento.
Os bons resultados conseguem-se com esforço, persistência e determinação, quanto mais motivado estiver, mas possibilidades existem de sucesso.

– Beba mais água, chás, infusões, que além de serem isentos de calorias, são importantes aliados no emagrecimento e manutenção da saúde e menos bebidas açucaradas, gaseificadas ou alcoólicas;

– O exercício físico é muito provavelmente o melhor hábito que pode adoptar quer como coadjuvante do emagrecimento quer pelas inúmeras vantagens a nível da saúde física e mental.

– A actividade física previne a hipertensão arterial, reduz os níveis de colesterol, activa a circulação sanguínea, aumenta a capacidade cardio-pulmonar, melhora a frequência cardíaca, diminui o stress e a ansiedade, fortalece os músculos, melhora a densidade óssea (previne a osteoporose), mobiliza as toxinas acumuladas nas células gordas e utiliza a gordura armazenada reduzindo o peso corporal e produz um bem-estar geral;

-Faça as suas refeições com calma e mastigue devagar, pois além de contribuir para uma digestão mais fácil, o cérebro demora algum tempo para “registar” o sinal de saciedade (cerca de 15mn), logo uma pessoa que come rápido, acaba por comer mais;

-Tome SEMPRE o pequeno-almoço – É a refeição mais importante do dia e deve ser constituída por 1 alimento lácteo (iogurte, leite, queijo, etc.), 1 cereal integral (pão integral, cereais integrais) e uma peça de fruta. Ficar demasiado tempo sem se alimentar também é um erro crasso, NUNCA fique mais de 3,5h sem comer, Devem ser feitas 5 a 6 refeições ao longo do dia;

-Tente sempre iniciar o almoço e o jantar com uma sopa e/ou salada, que além de fazer com que se sinta mais saciado no prato principal, são alimentos com poucas calorias, mas repletos de vitaminas, minerais, fibras e água, elementos essenciais para a sua saúde; necessários para o pleno funcionamento do organismo contribuindo ao mesmo tempo para o controlo do peso. São alimentos protectores, reguladores e activadores das funções vitais,

-Beba chá – chá verde, chá de mirtilo, chá branco, chá de vinha vermelha, todo o tipo de chás que para além de serem óptimos antioxidantes favorecem a drenagem e eliminação de toxinas;

-Antes de uma festa, jantar social, etc. Beba um sumo frutas e coma 2 tostas integrais, para não comer exageradamente no seu compromisso.

-Faça pequenas substituições que vão fazer uma grande diferença nas calorias totais diárias, por ex: substituir o leite, a manteiga, o queijo e os iogurtes meio gordos, pelos magros; em vez de maionese, prefira o ketchup, mostarda ou molhos caseiros saudáveis, opte por uma sandes de frango com tomate, cenoura, cogumelos alface, etc., em vez do hambúrguer, opte pelo pão de mistura, centeio ou integral, em vez do tradicional pão branco, coma mais carnes brancas (peru, frango) em vez de porco, vitela, cabrito, pois contêm muito mais gordura, o peixe deve estar presente pelo menos metade das refeições. Substitua por frutas, substitua massas por verduras e legumes.

-As saladas e os vegetais, devido às características descritas anteriormente devem ser os mais abundantes no seu prato, devendo ocupar metade do prato principal;

-Tempere a comida com o mínimo de gordura, dando sempre preferência, às ervas aromáticas e algumas especiarias, como o alecrim, coentros, erva-doce, hortelã, manjericão, orégãos, salsa, tomilho, estragão, açafrão, etc., O Limão e alguns molhos caseiros feitos à base de iogurte natural são também uma óptima opção;

-Diminua gradualmente o consumo de açúcar, por ex. no leite se está habituada a adicionar 3 colheres de açúcar, diminua para 2 e assim sucessivamente, ou opte por um adoçante;

 –À noite o nosso metabolismo está mais lento, por isso ao jantar opte por fazer refeições mais leves, com menos gordura e hidratos de carbono (massa, arroz, batata e pão);

-Diminua a quantia de comida ingerida, diminuindo o tamanho dos pratos. Psicólogos dizem que ao vermos o prato cheio, tem se a sensação de saciedade. É melhor diminuir o prato e encher do que manter o prato e diminuir a comida;

-Pratique atividades físicas informais: Dê preferência às escadas em vez do elevador, estacione o carro mais longe da entrada, vá de bicicleta se possível, procure ir pessoalmente falar com as pessoas em vez de usar o telefone interno, procure andar enquanto fala ao telemóvel;

-Sabia que uma batata média tem cerca de 100 calorias quando cozida, mas 400 se for frita!? Para comeres rápidos, saborosos e nutritivos opte por cozer, grelhar ou assar os alimentos, evitando ou reduzindo a utilização de óleos, azeites, manteigas e margarinas. Cozinhar com sabedoria é simples! Recorra às panelas de pressão ou a vapor, sem esquecer o forno e o microondas e, na hora de pegar nos tachos, escolha os antiaderentes.

-Para haver redução de peso é necessário mudar a sua despensa (Tenha em casa somente alimentos saudáveis e que saciam: grãos, frutas, legumes e verduras, cereais etc.). Evite ter em casa todo e qualquer tipo de alimento que não consegue resistir quando está com fome ou mais nervoso. Se você tem hábito de comê-los e os tiver em casa, torna-se quase impossível não consumi-los. A melhor maneira de não comer algo com muitas calorias é não ter acesso fácil ao mesmo.

-A maioria das pessoas que conseguem manter-se com um peso correcto durante toda a vida não seguiu uma dieta específica, aprenderam a comer. São conscientes dos seus pesos e mantêm-se na medida desejada porque ingerem com moderação os alimentos que se adaptam ao seu estilo de vida e ao gasto de energia que realizam (actividade física).

-Estes são apenas alguns exemplos de substituições dentre as muitas que podemos fazer para mudança de nossos hábitos alimentares, visando melhor saúde e maior qualidade de vida, sendo que a redução de peso virá como consequência dessas mudanças de hábitos e comportamentos.

Obrigada por fazeres parte da MakeU! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *